Bispo de Crato-CE: “Religiosidade essencialmente comunitária das romarias deve ser incorporada por todos nós”

Bispo de Crato-CE: “Religiosidade essencialmente comunitária das romarias deve ser incorporada por todos nós”

Categoria: Basílica

08/09/2020 Por: Jornalista Patrícia Mirelly


Dom Gilberto Pastana, atual bispo da Diocese de Crato – CE, foi o convidado da live “Na Casa da Mãe das Dores”, na edição desta terça-feira, dia 8 de setembro, festa da Natividade de Nossa Senhora. Ele conversou com a jornalista Patrícia Silva sobre “Uma diocese romeira e missionária”, características incorporadas a esta Igreja Particular do Sul cearense por causa do fluxo de romeiros vindos das mais diversas partes do País, cuja religiosidade “essencialmente comunitária” é uns dos aspectos a serem incorporados por todos os diocesanos.

 “A Diocese coloca, em seus objetivos, a evangelização de todo o povo de Deus, distribuído em seu território, mas também se coloca como uma diocese missionária e romeira”, disse Dom Gilberto, sublinhando que o povo romeiro, em sua essência, é missionário, porque busca a fé e os meios de alimentá-la, para voltar revigorado e agradecido às suas casas e às suas comunidades. No plano de formação dos seminaristas também há formações teóricas e práticas no campo da missão, além do incentivo para que os próprios padres contribuam e se empenhem junto aos santuários em épocas de romarias.

Embora cada uma delas tenha a sua especificidade, o bispo também elencou “a espontaneidade do romeiro”, em expressar a fé, como ponto forte. “É edificante e muito bonita, porque eles apresentam quem eles são e não fazem da celebração um rito diferente da vida. E a própria forma como se reza: a expressão corporal está contida na oração, a começar pelo silêncio, pela contemplação, pela visualização e isso também é muito importante perceber e nos enriquecer”, destacou.

Sobre os desafios pastorais que a dimensão “romeira e missionária” implica, citou a adaptação às novas realidades, como o pluralismo e a diversidade, e a busca por respostas que favoreçam possibilidades de comunhão e de partilha. Alguns passos, segundo o bispo, já foram dados. É o caso dos círculos bíblicos organizados nos ranchos dos próprios romeiros. “Penso que foi uma experiência iluminada para incentivar a vivência da fé não de forma isolada, mas comunitária”, completou.

A live completa pode ser acessada no canal da TV Web Mãe das Dores no YouTube.

 

Comentários:

Inscreva-se em nossa Newsletter