“Simpósio nos ajudou a olhar para o alto do Horto”, diz diretor do departamento de Teologia da PUC-RIO

“Simpósio nos ajudou a olhar para o alto do Horto”, diz diretor do departamento de Teologia da PUC-RIO

Categoria: Basílica

07/10/2020 Por: Jornalista Patrícia Mirelly Lima


No encerramento do Simpósio que discutiu a vida e o legado do Padre Cícero Romão Batista, o diretor do departamento de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO), Padre Waldecir Gonzaga, disse que os debates e as reflexões apresentadas ajudaram a “olhar para o alto do Horto”, referindo-se ao monumento do Patriarca do Nordeste e um dos pontos mais visitados pelos romeiros em Juazeiro do Norte-CE. A PUC foi a responsável por organizar a programação, desenvolvida entre os dias 6 e 7 de outubro, que precisou ser adaptada ao formato virtual em razão da pandemia.

O encontro acadêmico, realizado em parceira com Arquidiocese do Rio de Janeiro e a Diocese de Crato, representada pela Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, reuniu palestrantes de áreas distintas em seis conferências e oito grupos de estudo, transmitidos por meio de videoconferências. A finalidade foi divulgar, discutir e fomentar a troca de experiências sobre a vida e o legado do Padre Cícero. Todas as reflexões serão compiladas em livro, ainda sem data a ser publicado.

“Eu não tenho dúvidas em poder dizer, depois desses dois dias, que, realmente, nós olhamos para o alto do Horto, pois o padre não está morto. Nossa PUC-RIO se alegra, justamente, por realizar e colaborar a partir de três objetivos: valorizar o caminho já percorrido de estudos e pesquisas dos fatos do Juazeiro; reavaliar e apreciar as várias dimensões que marcaram a ação do Padre Cícero e analisar o contexto histórico à luz da reforma do catolicismo brasileiro do Nordeste”, disse Padre Waldecir.

O Simpósio foi promovido em alusão aos 150 anos de Ordenação Sacerdotal do Padre Cícero, que coincidem com os 80 anos de história da PUC. O Cardeal do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, fez votos de que estes momentos, oferecidos pela instituição, ajudem, cada vez mais, a viver a piedade popular com aprofundamento e a dar passos concretos no conhecimento do Padre Cícero, encontrando caminhos para viver melhor a devoção. Partilhando do mesmo desejo, o bispo de Crato, Dom Gilberto Pastana, lembrou que a própria Santa Sé segue apoiando esses momentos de estudo. “Não tenho receio de afirmar que os objetivos propostos foram alcançados. Penso que é importante recordar que este Simpósio também está inserido no desejo da Santa Sé de que seja sempre mais estudado o Padre Cícero, reforçando o trabalho em comunhão”.

Direcionado a estudantes e pesquisadores, o Simpósio contabilizou 500 inscrições, mas também com a interação de bispos, sacerdotes, religiosas e leigos, especialmente os devotos do Patriarca do Nordeste. É possível revê-lo nos canais da Diocese de Crato e da TV Web Mãe das Dores no YouTube e nas redes sociais.

Comentários:

Inscreva-se em nossa Newsletter